O momento atual, com a pandemia do novo coronavírus, pode causar bastante estresse e ansiedade em todos. E as crianças também enfrentam estes sentimentos. Mas como explicar para elas o que está acontecendo?


Manter um diálogo aberto sobre o coronavírus e ouvir o que elas têm a dizer são dicas importantes, que podem ajudá-las a entender melhor a situação e se sentirem mais seguras neste momento, como comenta o chefe de Educação do UNICEF no Brasil, Ítalo Dutra. 


“Uma questão importante é ter segurança e chamar as crianças para essa conversa. Fazer perguntas abertamente e ouvir o que as crianças têm para perguntar. É importante também ser muito honesto e explicar a verdade de uma forma que a criança entenda, com um linguajar mais próximo do que ela consegue entender; dar dicas e mostrar para elas como elas podem proteger elas mesmas e os amigos. Evitar e verificar se elas estão sendo estigmatizadas por uma determinada situação, espalhando estigmas ou informações erradas. É importante também que você cuide de você mesmo, para que você seja um exemplo de como as crianças vão se comportar a partir disso, e obviamente encerrar essas conversas com muito cuidado.”


E lembre-se: mesmo que as crianças não sejam as principais vítimas do coronavírus, elas também estão sujeitas a ele. Por isso, é muito importante garantir que elas também saibam como se proteger, sempre lavando bem as mãos e seguindo as orientações de isolamento social, sempre que puderem. 


Estar bem informado é essencial para proteger você e todas à sua volta. Compartilhe informações seguras com sua família, amigos e colegas. Saiba mais sobre as ações do UNICEF contra o coronavírus no site unicef.org.br.


Deixe seu Comentário