A nova secretária Nacional de Renda de Cidadania (Senarc), do Ministério da Cidadania, Fabiana Rodopoulos, defendeu o fortalecimento do vínculo com estados e municípios para melhorar a gestão do Programa Bolsa Família (PBF). 

Para Fabiana, isso exige que a Senarc se reinvente na atenção aos mais vulneráveis, o que parte da capacitação dos próprios atores envolvidos no processo.  Ela defendeu a atuação do Governo Federal com os gestores locais para melhorar o programa, já que esses gestores são importantes para “garantir o acesso da população aos direitos sociais”. 

Atualmente, o programa atende a mais de 14,2 milhões de brasileiros e tem um investimento superior a R$ 15 bilhões ao mês. 

Reportagem, Felipe Moura.


Deixe seu Comentário